EU SOU O TEU GRANDÍSSIMO GALARDÃO


«Então, o levou fora e disse: Olha, agora os céus e conta as estrelas, se as podes contar. E disse-lhe: Assim será a tua semente» Gn. 15.5

Acredito que este dia em que Deus animou e consolou Abraão foi um marco para este patriarca. O dia que ele jamais esqueceu e que fortaleceu a sua fé. O dia da promessa. O dia do impossível. O dia em que Deus falou e mostrou que os seus planos são sempre superiores e gloriosos.

Querida amiga, se lermos com atenção as Escrituras, percebemos que Abraão estava dentro da sua tenda. E dentro, ele apenas via as cortinas da própria tenda. Mas Abraão também estava olhando para as limitações da sua alma, do seu corpo, para as circunstancias naturais, para um passado e futuro infrutifero (sem filhos). Sem duvida que ele estava preso e envolvido pelas cortinas da tenda do desânimo, do cansaço, do tempo, da falta de fé e esperança. E tu, amiga, será que quando pensas em determinadas coisas da tua vida, não te sentas neste tipo de tenda?

Na tenda, Abraão abriu a sua boca para lamentações e queixumes. Abraão estava cego de tanta dor que não percebeu na hora o que Deus quis lhe dizer que era o seu grandíssimo galardão. Abraão estava a olhar para si e o seu problema e não para o Deus das promessas. E tu, amiga, que tens dito ao Senhor sobre esse assunto que não consegues ultrapassar ou alcançar? Que tipo de conversas tens contigo mesma? Deus sabe e ouve inclusive o teu monólogo.

Porém, deixa o Senhor consolar-te e animar-te como fez com o seu servo. As Escrituras dizem que Deus o levou para fora da tenda. Deus o levou ir mais além, a contemplar algo que não se conseguia medir e tão pouco contar: os céus e as estrelas. Deus o levou a levantar-se e a sair daquele lugar frustrante. Deus o levou a ver as coisas da maneira correcta. Abraão ergueu o seu olhar e contemplou as obras poderosas do Deus a quem servia e entendeu que para Ele nada é impossível. E presta atenção, porque é quando Abraão está fora da tenda que é consolado ao receber de Deus a promessa que seria pai de uma multidão que não se consegueria contar.

Enquanto permaneceres na tenda, a tua visão limitada e a voz do queixume te impedirão de ouvires e contemplares as promessas que Deus preparou para ti. Deste modo, não é vontade de Deus que permaneças na tenda da incredulidade, mas que te levantes, sais para fora, ergas os olhos para cima e permitas que o Senhor te console trazendo à memória o que outrora te prometeu ou o que ainda pode te prometer.

Cá fora, irás ser consolada, animada, fortalecida e compreenderás que para Aquele que fez os céus e a terra não há limites. Ele é fiel. Ele tem tudo sob controle, mesmo quando te parece estar tudo descontrolado. Lembra-te: o teu Deus é o teu grandíssimo galardão, por isso não duvides.

Deus te fortaleça e fale ao mais íntimo do teu ser.

Isabel Pereira

3 comentários:

Elisabete Vieira disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Elisabete Vieira disse...

Oi Isabel, amei conhecer seu blog é muito lindo e edificante, Deus continue abençoando!!!

Fiz um cantinho especial para todos os meus selinhos e lá tem um especial pra vc, passa por lá pra pegar tá?!

Bjs,

Bete

beca disse...

que palavra de deus abencoada

Filme Jesus

Share

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites